Saiba como evitar a proliferação do mosquito da dengue

Saiba como evitar a proliferação do mosquito da dengue

O mosquito transmissor do vírus da dengue, zika e chikungunya é o Aedes aegypti. Ele se caracteriza pelo tamanho pequeno, cor marrom médio e por nítida faixa curva branca de cada lado do toráx. Nas patas, apresenta listras brancas.

Em Xanxerê já foram registrados três casos de dengue e com isso se acende o sinal de alerta. Confira agora algumas dicas para prevenir o mosquito e, consequentemente, a doença.

 

Criadouros

O Aedes aegypti tem como criadouros os mais variados recipientes que possam acumular água parada, domiciliares e peridomiciliares. Os mais comuns são pneus sem uso, latas, garrafas, pratos dos vasos de plantas, caixas d’água descobertas, calhas, piscinas e vasos sanitários sem uso. A fêmea do mosquito pode, também, depositar seus ovos nas paredes internas de bebedouros de animais e em ralos desativados, lajes e em plantas como as bromélias.

 

 O que fazer?

  • Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;
    • Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
    • Mantenha lixeiras tampadas;
  • Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;
    • Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água.
    • Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;
    • Mantenha ralos fechados e desentupidos;
    • Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;
    • Retire a água acumulada em lajes;
    • Limpe as calhas, evitado que galhos ou outros objetos não permitam o escoamento adequado da água;
    • Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;
    • Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito.

 

Orientações gerais

Os vírus que causam a dengue, febre de chikungunya e zika vírus são transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti. Elas apresentam sinais e sintomas parecidos, mas têm níveis de gravidade diferentes. Não há tratamento específico. Quanto ao zika vírus, foi identificada uma relação entre o vírus e o surgimento de malformações congênitas em gestantes que contraíram a doença.

Assim, observe o ambiente em que você vive. Eliminar os criadouros do mosquito ainda é a melhor estratégia para evitar essas doenças.

Por: Patrícia Silva

FONTE: https://lancenoticias.com.br/noticia/saiba-como-evitar-a-proliferacao-do-mosquito-da-dengue/

Share this post