Author: Redação (Page 40)

Veja algumas dicas para economizar e reduzir os gastos

Orçamento na ponta do lápis

Gerente de implantação de condomínio aponta mais alternativas para economizar

“Se o zelador faz muitas horas extras para cobrir a folga do porteiro, o custo fica mais caro, sem dúvidas. Ele é o funcionário mais caro do condomínio. Para isso, diminuir a rotatividade do pessoal também ajuda a evitar mais gastos”, diz.

Ela indica que o síndico deve fazer levantamento de energia, com a substituição led, de água, com a Cagece, e de hidrômetro próprio, que evita manutenções constantes entre os anos.

“A instalação de hidrômetros individuais incentiva a economia de água do prédio e pode assegurar economia de 20% na conta dos moradores. Caso não seja possível, o morador pode verificar os vazamentos, instalar redutores e reaproveitar a água da chuva”.

De acordo com a gerente, é possível reduzir até a mão de obra, considerado o custo mais caro de todo o condomínio.

“Se os moradores colocarem vigilância eletrônica, o custo de vigilância, adicional noturno, hora extra, vale alimentação e vale transporte são reduzidos drasticamente. A vigilância ficaria com as câmeras que, teoricamente, devem estar por todo o empreendimento.

O custo de energia já faz parte das câmeras, e a maioria dos imóveis tem, algo que não cria impacto na energia”, diz.

Ela lembra que ainda evita mão de obra terceirizada, troca de profissionais ou gastos com a profissionalização do funcionário.

Corte de água para inadimplentes

No dia 26/08 , Dr(a) Carla vieira presidente do Represa Ville , iniciou a reunião de forma tranquila com aproximadamente 30 condôminos,.

Após ter colocado várias opções de melhoria e respondido a vários questionamentos sobre segurança e procedimentos internos de funcionamento, sugestões e críticas foram levantadas tornando alguns pontos determinantes para a evolução do tema ( SEGURANÇA ) que já será colocado para votação na próxima Assembléia.

São Eles :

Desligamento água (inadimplência):
_ Definido a taxa mínima de 30% para ligamento novamente;
_ Definido taxa de religamento no valor da taxa corrente de ligação (~R$450,00);

Segurança:
_ Adesivo para identificação;
_ Guaritas (falta definir os locais);
_ Lista de festa (fazer valer a regra);
_ Crachá para identificação dos veículos de visitante;
_ Rede de visinhos protegidos (apito);
_ Câmeras para monitoramento (a ser estudado com a reposição do caixa);
_ Solicitado a empresa de segurança identificar todas as pessoas na entrada, assim como na saída. Realizar o controle básico a que lhes é atribuído a atividade.

 

Um dos pontos mais polêmicos na reunião foi sobre a abertura de porta malas nos veículos .

Praticamente todos os participantes concordaram com as colocações acimas e todos os itens citados seguem firme para votação na próxima assembleia.

 

Resultado Final das Eleições 2017

Chapa União vence eleições do condomínio Represa Ville por aclamação


Votação do Conselho fiscal  termina com

  • Paulo Faustino                                            Votos 31                      Eleito
  • Paula Carvalhais                                        Votos   30                   Eleito
  • Rosangela                                                    Votos 26                     Eleito
  • Vagner                                                          Votos 18                     Suplente

ELEIÇÃO DO CONDOMÍNIO REPRESA VILLE ACONTECERÁ NO DIA 21/10 COM CHAPA ÚNICA !

A Chapa União formada pela Dra Carla Vieira , Daniel Rodrigues e Sérgio Maurício foi a unica chapa a entregar os documento dentro dos prazos estabelecidos pela estatuto do condomínio juntamente com a comissão eleitoral , prazo que encerrava dia 21/09 as 19:00.

Alguns minutos antes do encerramento do prazo o candidato a presidente Vagner Antonio pela Chapa Renovação optou por ser candidato a conselheiro fiscal .

Os 4 candidatos ao conselho fiscal serão votados e eleitos pelos condôminos. Assim os três candidatos mais votados , ocuparão o conselho da chapa União e o menos votado ficará como conselheiro suplente.

Portanto o condomínio Represa Ville terá chapa única para as eleições 2017!

 

Nota de Retificação

Segue documentos Nota de Retificação

Atualizada – Dr Carla Vieira lança chapa União e confirma candidatura para próxima eleição

Foi confirmado a participação da atual presidente Dra Carla Vieira como candidata após lançamento da Chapa União. – UNIDOS SOMOS  MAIS FORTES –

Foi confirmado como vice na chapa União o Sargento da PMMG Daniel Rodrigues

“Formado em Mecânica pelo Senai de Sete Lagoas e antes de entrar na carreira militar em 2005 trabalhei por várias empresas de grande porte na cidade de Sete Lagoas como Iveco, Elma Chips e Sada Forjas, como experiência na iniciativa privada tenho grande conhecimento na parte Mecânica, Logística e Administrativo. Em 1997 tive a oportunidade de servir as Forças Armadas realizando o Curso de Formação de Oficiais Temporários do Exército o qual me deu uma grande experiência e gosto pela carreira militar, já em 2005 prestei o concurso para Policia Militar de Minas Gerais sendo aprovado, onde estou seguindo minha carreira. A minha carreira militar a partir de 2005 foi como Soldado onde trabalhei por várias cidades como Matozinhos, Pedro Leopoldo e Sete Lagoas, em 2012

Sargento da Policial militar , atualmente lotado na cidade de Matozinhos , exercendo a função Administrativa.

Em setembro de 2016 comprei um lote no Condomínio Represa Ville (Capim Branco) lugar este que escolhi para o meu descanso na aposentadoria, e após várias Assembleias e conhecendo a Sindica atual Dra.Carla pessoa super competente e após um convite dessa aceitei o desafio de compor a próxima chapa para nova eleição sindical que irá ocorrer e creio que pela grande experiência em Segurança Pública, Logística e bom relacionamento e mediador de conflitos terei muito a acrescentar para que possamos tornar nosso Condomínio mais forte e unido. Temos várias ideias e propostas que serão apresentadas durante a campanha e conto com o apoio dos condôminos para que possamos exercer um excelente trabalho, o que podemos prometer É TRABALHO, FORÇA E UNIÃO DE TODOS PARA O BEM DO CONDOMINIO.”

A entrega de documentos deve acontecer até o dia 21/09 para aprovação da mesma.

COMUNIQUE COMPRA, VENDA e ALGUEL DE CASAS !

Atenção, para o bem do nosso condomínio e do proprietário, avise à

Administração suas locações, compras e vendas

COMUNIQUE AS CASAS ALUGADAS

Senhores proprietários que estão com casas alugadas, favor cumprirem as normas do Condomínio, comunicando as locações à Administração, pois só assim poderemos avisá-los se o inquilino completar o terceiro mês de atraso da taxa condominial, antes de negativá-lo no SPC/Serasa.

COMUNIQUE COMPRA E VENDA

Senhores proprietários vendedores/compradores de imóveis, quando negociarem seus lotes, favor comunicarem à ADMINISTRADORA pelo telefone 3689-7778 /9.9912.2244 E-MAIL cobranca2@dominioadministradora.com.br para nosso E-MAIL contato@condominiorepresaville.com.br, lembrando que as senhas de acesso ao nosso site, são requeridas pelo site www.condominiorepresaville.com.br , para alteração da titularidade e recebimento do Termo de Quitação das dívidas condominiais !

Esta prática é importante para o melhor controle de acesso das pessoas, tornando nossa equipe sde segurança por dentro de qualquer alteração de pessoas que não sejam proprietárias, além de deixar os proprietários cientes da verificação da existência de Cotas Condominiais em atraso.

ALERTA DA ADMINISTRAÇÃO!

A Diretoria Executiva do Condomínio REPRESA VILLE ,INFORMA que os proprietários de cães, com mais de cento e vinte dias de idade, das raças pit bull, dobermann, rottweiler e outros de porte físico e força semelhantes, segundo classificação da Federação Cinológica Internacional – FCI, e de seus mestiços deverão cumprir as regras previstas na Lei Estadual nº 16.301, de 7 de agosto de 2006, e no Decreto que a regulamenta. Lei nº 16.301, de 7 de agosto de 2006. Disciplina a criação de cães das raças que especifica e dá outras providências.

Art. 1º – A criação de cães das raças pit bull, dobermann, rottweiler e outros de porte físico e força semelhantes, segundo classificação da Federação Cinológica Internacional – FCI, e de seus mestiços será regida por esta Lei. […] Art. 5º – O proprietário de cão das raças a que se refere o art. 1º desta Lei fica obrigado a adotar as seguintes medidas de segurança: I – colocar, no animal, coleira com o número do seu registro; II – manter o animal em área delimitada, com dimensões suficientes para o seu manejo seguro, guarnecida com cercas, muros ou grades que impeçam a fuga do animal e resguardem a circulação de transeuntes nas proximidades; III – afixar, de forma visível, à entrada do imóvel onde é mantido o cão, placa de advertência que informe a raça, a periculosidade e o número do registro do animal; IV – impedir o acesso do cão a caixas de correio, hidrômetros, caixas de leitura de consumo de energia elétrica e equipamentos congêneres. […] Art. 8º – Na hipótese de cão das raças de que trata o art. 1º desta Lei ferir alguém, fica o proprietário sujeito ao pagamento de multa de 1.000 (mil) Ufemgs. § 1º – No caso de a vítima comprovar, por meio de laudo médico acompanhado de boletim de ocorrência ou representação, que houve lesão decorrente do ataque do cão, a multa a que se refere o caput deste artigo será cobrada em dobro. § 2º – Na ocorrência de lesão corporal grave, o proprietário do cão será multado em 3.000 (três mil) Ufemgs. Decreto nº 44.417, de 06/12/ de 2006 Regulamenta a Lei nº 16.301, de 7 de agosto de 2006, que disciplina a criação de cães das raças que especifica. DECRETA: […] Art. 9º Qualquer pessoa poderá solicitar concurso policial, quando verificada a condução de cães em desacordo com as regras estabelecidas na Lei nº 16.301, de 2006, neste Decreto ou, ainda, quando verificada a ocorrência de omissão de cautela na guarda ou condução de animais, nos termos do art. 31 da Lei de Contravenções Penais – Decreto-Lei nº 3.688, de 3 de outubro de 1941. Parágrafo único. A autoridade policial deverá, verificada a conduta do agente, comunicar o fato ao órgão responsável pela vigilância sanitária para lavratura de auto de infração, se for o caso, providenciando, ainda, a condução do infrator à Delegacia de Polícia para lavratura de termo

circunstanciado noticiando a omissão de cautela na guarda ou condução de animais, dando início ao procedimento respectivo, de acordo com a Lei Federal nº 9.099, de 26 de setembro de 1995, além de outros delitos que eventualmente se configurem. Art. 10. O Corpo de Bombeiros Militar, a Polícia Militar e a Polícia Civil atuarão subsidiariamente, em parceria com a SEDS, para a operacionalização do disposto na Lei nº 16.301, de 2006, e neste Decreto.

Atenciosamente,

Á Direçãoo!