Adoção de Cachorro: 10 Dicas para Se Preparar

Adoção de Cachorro: 10 Dicas para Se Preparar

 

1 – Escolher a forma de adoção de cachorro

Pensando em adotar um filhotinho do casal de cães daquele seu vizinho ou familiar? Prefere ficar com um peludinho abandonado que está para adoção em uma ONG ou órgão público (como Centros de Zoonoses)? Ou busca por um cão de uma raça específica, de um criadouro? As opções são variadas, cada uma com seus benefícios e também preocupações. A adoção de cachorro em feiras e pet shops deve ter atenção redobrada para certificar de que o cão tenha vindo de um criadouro de qualidade e responsável. Já no caso da adoção em órgãos públicos e não-governamentais, deve-se ter acesso às condições do animal: se já foi vacinado, castrado, se possui alguma condição genética, etc.

2 – Conhecer as leis locais para cachorros

É sempre bom ficar de olho nas leis municipais, estaduais e federais que dizem respeito aos cães antes de escolher o porte ou raça ideal para sua família e rotina. Você sabia que, por exemplo, no estado de SP, existe uma lei específica para passear com cães das raças mastim napolitano, pit bull, rottweiller e american stafforshire terrier? O desrespeito à legislação pode acarretar multa aos tutores e outras penalidades. Por isso, é bom se prevenir logo no momento da adoção de cachorro, já se preparando para adquirir acessórios específicos, caso seja necessário.

3 – Encontrar um veterinário de confiança

Visitas anuais a uma clínica veterinária são uma das consequências para as quais você deve estar preparado quando pensar em adoção de cachorro. A vacinação é um dos cuidados mais importantes que se deve ter com um cãozinho, garantindo não somente a saúde do animal, como também de toda a família. Além disso, a prevenção e diagnóstico precoce são essenciais não somente para a saúde do pet, como também em termos financeiros. Caso opte pela castração, também é necessário pesquisar com antecedência um profissional qualificado para o procedimento.

4 – Cuidar da alimentação do seu pet

Antes da adoção do cão, é interessante pesquisar sobre quais alimentos deve oferecê-lo ou não. Peça a um veterinário ou outro profissional qualificado na área algumas recomendações de alimentos próprios para cães que sejam realmente saudáveis. Você também precisará certificar-se de estar oferecendo a quantidade certa de comida para seu porte, raça e nível de atividade física. Além disso, nada de petiscos o tempo todo, muito menos restos de refeições. Cachorros obesos podem ter sérios problemas de saúde.

5 – Manter seu cão bem cuidado

Nem todas as raças de cães necessitam a tosa com grande frequência, mas todas precisam de banhos regulares, dentes escovados e unhas aparadas, por questões de saúde e segurança. Para se ter uma ideia, recomenda-se para raças como Shih Tzu, Schnauzer, Maltês, Yorkshire, Poodle, Lhasa Apso e Collie, principalmente, visitas semanais ao pet shop local para evitar que os pelos se embolem, causando desconforto ao cão e propiciando o acúmulo de sujeira e bactérias.

tosa de cachorro pequeno
Foto: Dogsaholic.

6 – Socializar seu cachorro

Levar o cão a parques e praças públicas onde outros tutores frequentam com seus cães é uma responsabilidade essencial a se pensar para quem está cogitando uma adoção de cachorro. De início, enquanto filhote, uma ideia bacana é levá-lo também para visitar amigos e familiares que possuem cachorros, especialmente que também sejam filhotes. Caso adote um cão já adulto ou idoso, a atenção ao fator socialização deve ser redobrada, para que o pet saiba se comportar na presença tanto de outros cães como na de humanos desconhecidos. Se for um cãozinho “filho único”, a interação com outros cachorros em passeios e eventos deve ser ainda mais reforçada. Lembre-se que um cão solitário tem maiores tendências à fuga e a estar despreparado para interações.

7 – Exercitar seu pet

A maioria dos animais de estimação precisa de exercícios diários básicos. Isso garante uma vida feliz, saudável e longa ao bichinho, bem como menos problemas e estresse para os tutores. Com passeios diários ou algumas vezes por semana, a depender da raça e porte do cão, problemas como a mania de cavucar o chão, morder móveis e comer objetos devem ser reduzidos, pois são fruto da ansiedade. Uma alternativa ao passeio em alguns dias pode ser uma brincadeira de pega-pega, esconde-esconde ou cabo de guerra: tudo aquilo que envolver você será muito divertido para seu pet!

cachorro correndo e saltando em campo
Foto: Wag!

8 – Treinar comandos básicos com seu cão

Todos os cães devem aprender alguns truques básicos, como sentar, esperar e vir. Isso pode ser ensinado com algumas técnicas básicas de adestramento, envolvendo recompensas para ações positivas, e nunca punições para ações negativas. Você pode recompensar uma resposta desejável a um comando com carinho, brinquedos para cachorro ou petiscos – ou os três, que tal? A grande maioria dos cachorros são capazes de executar truques elaborados, então explore o potencial do seu novo pet. Isso também ajuda a criar um vínculo mais forte e duradouro entre vocês.

9 – Proteger seu cachorrinho

Você agora terá um novo filhinho de quatro patas ou uma princesinha peludinha, e isso significa que será praticamente o líder de uma matilha. Uma de suas funções principais será proporcionar proteção e segurança ao seu novo pet, e em troca receberá todo o amor que só um animalzinho pode oferecer. Além de um peitoral com guia para passear com segurança, você deve investir em uma coleira com pingente de identificação para garantir que, caso seu pet se perca ou fuja, possa retornar ao lar com maiores chances.

10 – Proporcionar conforto ao pet

Ao pensar em uma adoção de cachorro, você deve ter em mente que o animalzinho se tornará um novo membro da família, ou seja, irá conviver com você por até 20 anos. Com isso em mente, procure soluções vitalícias ou de alta durabilidade para seu conforto. Há inúmeras vantagens em adquirir uma caminha para cachorro, entre elas o fato de cada um ter seu espaço próprio para relaxar na casa. E é claro, fazer seu pet se sentir seguro é confortável é apenas um dos vários atos de amor que se tornarão parte do seu cotidiano.

FONTE: https://www.petelegante.com.br/dicas/adocao-de-cachorro-dicas-preparar/

SITE: https://www.petelegante.com.br/

Share this post