Saiba como economizar nas contas de água e luz

Saiba como economizar nas contas de água e luz

Confira medidas que podem ser adotadas para reduzir o consumo e, além de pagar menos no fim do mês, colaborar com o meio ambiente

Economizar água e energia elétrica pode e deve ser uma preocupação constante no dia a dia dos consumidores. Reduzir o consumo contribui tanto para as finanças familiares, quanto para o meio ambiente, já que reduz a demanda de recursos naturais para o fornecimento de água e de luz.

Algumas iniciativas já são bem conhecidas, como a utilização de lâmpadas fluorescentes em vez de incandescentes, e o reaproveitamento de água para lavar o quintal. Mas há muitas outras formas de economizar. Veja:

Água
Utilize aeradores (peneirinhas acopladas na saída de água) nas torneiras.
Reduza o tempo no banho. Fechar o registro ao se ensaboar ajuda ainda mais.
Use um balde ou bacia embaixo do chuveiro para captar a água do banho e reaproveite-a para a descarga ou para lavar o quintal. A água da máquina de lavar também pode ser reutilizada.
Feche a torneira ao escovar os dentes, fazer a barba e ao ensaboar a louça.
Adote descarga de caixa acoplada no vaso sanitário (todas fabricadas a partir de 2001 utilizam 6 litros de água). O vaso sanitário com a válvula e tempo de acionamento de 6 segundos gasta cerca de 15 litros. Quando a válvula está defeituosa, pode chegar a gastar até 30 litros.
Conserte os vazamentos de água assim que eles forem notados.
Junte peças para lavar roupa na capacidade máxima. O mesmo vale para a lavadora de louça.
Use um regador para molhar as plantas em vez de mangueira. No verão, a rega deve ser feita preferencialmente de manhãzinha ou à noite, o que reduz a perda por evaporação. No inverno, a rega pode ser feita dia sim, dia não, pela manhã.
Adote o hábito de usar a vassoura, e não a mangueira, para limpar a calçada e o quintal da sua casa. A mangueira ligada por 15 minutos gasta cerca de 280 litros de água.
Lave o carro com balde e um pano em vez de mangueira. Se possível, não lave o carro durante a estiagem (época do ano em que chove menos).

Energia elétrica
É possível reduzir o consumo de energia desde o planejamento da construção de um imóvel para aproveitar ao máximo a iluminação natural.
Abra janelas, cortinas e persianas durante o dia.
Reorganizar a disposição dos móveis também pode ajudar a incidência de luz natural.
Troque as lâmpadas incandescentes por lâmpadas fluorescentes compactas, pois a economia de eletricidade proporcionada por ela pode chegar a 80%. A quantidade de acionamentos da lâmpada fluorescente compromete seu tempo de vida. Prefira-as para as áreas da casa em que as lâmpadas permaneçam acesas por mais tempo.
Adote dispositivos de detecção de presença para lâmpadas em áreas externas, por exemplo.
Ao sair do ambiente, sempre apague as luzes.
Use cores claras no teto e nas paredes internas. Elas refletem melhor a luz e deixam o ambiente mais claro.
Mantenha luminárias, globos e arandelas sempre limpos.
Avalie a possibilidade de adotar o aquecimento solar de água. A substituição dos chuveiros elétricos por aquecimento solar possibilitaria a diminuição de 30 a 50% da conta de energia do consumidor residencial.
Verifique as borrachas de vedação da geladeira e do forno – coloque uma folha de papel entre a borracha e a porta: se a folha ficar solta, a porta não está fechando de forma correta.
Antes de comprar um novo equipamento eletroeletrônico, verifique a etiqueta de consumo de energia e o selo do Procel e escolha aquele que consome menos energia.
Evite equipamentos ligados quando não necessário. Desligue os equipamentos da tomada, em vez de desligar apenas no comando, se você for ficar períodos longos sem utilizá-los. Os aparelhos em modo stand-by continuam consumindo energia.
Não ligue a televisão só para servir de companhia, nem adormeça com ela ligada. Programe para que desligue sozinha.
Programe as definições do seu computador para ele se desligar automaticamente (hibernar) após um tempo sem ser utilizado.

FONTE: https://idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/saiba-como-economizar-nas-contas-de-agua-e-luz

Share this post