POUCO ESPAÇO? INVISTA EM PLANTAS PENDENTES

POUCO ESPAÇO? INVISTA EM PLANTAS PENDENTES

De nó em nó
Os hangers de macramê — técnica de tecelagem manual que utiliza somente nós — são as peças queridinhas do momento para quem quer decorar algum cantinho da casa com plantas. Este modelo, do Studio Drê Magalhães, foi feito com corda biodegradável e peças de cobre. O tacho de cobre é da marca Da Horta.

Lugar incomum (Foto: Marcelo Magnani/Editora Globo)

Lugar incomum
Os vasos com samambaias quebram a rigidez da estante branca com módulos de tamanhos iguais, criando pontos de destaque. Projeto do arquiteto Sidney Quintela.

Quase "de metro" (Foto: Edu Castello/Editora Globo)

Quase “de metro”
As folhas longas da samambaia pendem para fora do vaso e caem como cabelos sobre a cristaleira da artesã Claudia Regina, do ateliê La Calle Florida.

Vaso de prateleira (Foto: Edu Castello/Editora Globo)

Vaso de prateleira
O vaso de peperômia decora a prateleira de Drywall criada acima da portapantográfica, que separa a cozinha da sala de jantar. Projeto das arquitetas Mariana Andersen e Mariana Guardani, do escritório Casa 14.

Presença natural (Foto: Victor Affaro/Editora Globo)

Presença natural
Os ramos da columeia caem sobre o armário de concreto armado. A espécie é ótima para uso em ambientes internos, como este banheiro, porque prefere ser cultivada em locais de meia-sombra. Projeto assinado pelo designer Marcelo Rosenbaum e pelo arquiteto Flavio Miranda.

Ingrediente especial (Foto: Lufe Gomes/Editora Globo)

Ingrediente especial
O publicitário Antonio de Carvalho Júnior aproveitou o gancho que costuma vir nos vasos de plantas pendentes para pendurar esta jiboia em sua cozinha. A espécie, que também gosta de meia-sombra, vai ganhando manchas mais claras com o passar do tempo. Projeto do arquiteto Maurício Arruda.

Escalada tropical (Foto: Evelyn Muller/Divulgação)

Escalada Tropical
Não é preciso muito espaço para criar um jardim vertical, e o resultado é sempre surpreendente. Nesta parede estreita e com pouca profundidade na área de serviço, a arquiteta Eliane Mesquita utilizou vasos com samambaias, chifres-de-veado, asplênios e peperômias.

Share this post