A Importância de beber água

A Importância de beber água

Vira e mexe ouvimos por aí, mais uma informação do senso comum, que é importante beber água, que é bom para a saúde e que, no mínimo, devemos ingerir dois litros ao dia.

Será que é assim mesmo?

Primeiramente é importante saber que 75% do nosso corpo é constituído por água. Ela é um elemento fundamental para vida simplesmente porque é no meio aquoso que todas as reações químicas necessárias para o funcionamento do metabolismo acontecem. Um exemplo prático: é através do plasma sanguíneo, que é 95% água, que os nutrientes provenientes da digestão são distribuídos para todo o corpo. Logo, sem água o corpo não funciona.

Todo o funcionamento do corpo pode sofrer alterações de acordo com a quantidade de água circulante. Como tudo na vida exige um equilíbrio, com a água não seria diferente. Segundo os especialistas, a recomendação da ingestão diária de água leva em consideração cada indivíduo, uma vez que somos únicos, portanto, temos metabolismos diferentes. Sendo assim, eles recomendam que se multiplique a massa corporal da pessoa (valor em quilogramas) por 35.

Sendo assim, uma pessoa que pesa 80 kg deve ingerir 2,8 L de líquido por dia. Portanto aquela recomendação de dois litros ao dia é mais uma das “receitas de bolo” que o senso comum traz. Veja, na maioria das vezes o senso comum não respeita a individualidade biológica. E digo mais, se essa mesma pessoa de 80 kg, por algum motivo, transpirar mais que outras que tenham a mesma massa corporal, deverá, necessariamente, beber mais do que os 2,8 L obtidos pelo cálculo.

E quando beber água?

Óbvio: quando sentir sede! Mais uma vez o senso comum erra! A sede, segundo os pesquisadores, já é um sintoma de desidratação do corpo – lembra, ele fala com agente – o corpo já apresenta sinais de sofrimento. Portanto, beba água mesmo sem sentir sede.

Certo, mas agora a pergunta é: quando beber água?

Esse cálculo não muda de acordo com as estações do ano. Seja verão ou inverno, siga aquele cálculo. O ideal é que a ingestão de água NÃO aconteça durante as refeições. Primeiro porque atrapalha a digestão provocando diluição e, segundo, porque pode, cronicamente, dilatar o estômago além do necessário e isso aumenta o risco de desenvolver obesidade, pois estimula a fome. Se sentir necessidade de beber água durante as refeições, ingira no máximo 250 mL e, preferencialmente, que não seja gelada, pois pode atrapalhar ainda mais a digestão.

Portanto, a ingestão da maior quantidade de água deve acontecer ENTRE as refeições. No entanto, um copo de água trinta minutos ANTES da refeição auxilia a digestão. E alguns estudos relatam que um copo de água assim que acordar ajuda a ativar todos os órgãos internos e que a mesma quantidade antes de dormir pode prevenir infarto e acidente vascular cerebral. Incrível o poder da água, não é mesmo?

Basta saber quando e quanto beber.

Mas saber como beber água também é importante nessa dinâmica toda. Muita gente acha que beber água é a mesma coisa que beber qualquer líquido. Esse senso comum prega cada peça na gente! É certo que todo líquido contém bastante água. Mas as outras bebidas líquidas não têm o mesmo poder de hidratação que a água. Bebidas como sucos adoçados, refrescos, refrigerantes, cafés, chás trazem, além da água, muitas outras substâncias que diminuem o poder de hidratação e que muitas vezes são prejudiciais para a saúde.

Um exemplo disso são os refrigerantes que, além de uma quantidade absurda de açúcar e muitas outras substâncias químicas prejudiciais ao organismo, também trazem altas quantidades de sódio, um elemento que interfere diretamente no equilíbrio da água no corpo. Mas atenção, quem transpira demais deve se hidratar não somente com água, já que na transpiração se perdem sais minerais também. Somente nesse caso as bebidas isotônicas são indicadas, pois contém tudo o que perdemos.

Portanto, para manter seu corpo bem hidratado, beba água sempre!

fonte: https://www.presentedesaude.com.br/site/importancia-de-beber-agua/

Share this post