Daily Archives: 17 de fevereiro de 2020

10 dicas para um passeio mais divertido e seguro com seu cachorro

Seja no parque ou pelas ruas do bairro, passear com o cachorro costuma ser uma atividade agradável, um momento de cumplicidade com nosso amigão de quatro patas. Mas o que muita gente não leva em consideração é que os passeios precisam ser prazerosos para o animal, afinal a “voltinha”, é algo importante para bem estar do cão.

Com esse novo olhar, podemos deixar os passeios ainda mais seguros e divertidos para o pet. Quem dá as dicas é a veterinária e fundadora da PetAnjo Carolina Rocha.

1. Tranquilidade

Se puder, procure um caminho arborizado e sem muito tumulto. A aproximação de outros cães, pessoas desconhecidas querendo fazer carinho, barulho de skate, bicicleta, moto e crianças correndo costumam estressar os cães, por isso, evite essas situações.

2. Xixi e cocô

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Impedir que o cão fareje e faça as necessidades “sem pressa” é ruim para o animal. E como fazer as necessidades costuma ser um dos principais objetivos do passeio, não custa nada ter um pouco mais de paciência com seu cão.

3. Perigo na rua

Todo animal é curioso, por isso, atenção aos objetos e restos de alimentos que estão no chão. Para evitar machucados e cortes, fique atento ao local onde vocês passeiam. Outro cuidado é com o asfalto e calçadas quentes em dias de sol, que podem queimar as patinhas do cão.

4. Animais soltos

A atenção também precisa estar voltada para outros animais abandonados ou sem guia. Para evitar brigas, uma boa dica é mudar de sentido ou calçada, fazendo com que ele ignore o outro animal.

5. Coleira

Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Verifique o estado da coleira e guia, para evitar puxões, fugas e acidentes. Mas os animais precisam de espaço para cheirar e ter estímulos diferentes.

6. Rotina diária

Todo cachorro, independente da raça, precisa ter pelo menos 30 minutos de passeios diários. Além de estimulação física, a caminhada traz benefícios mentais.

7. Foco na diversão

Antes de sair para o passeio, mostre ao cachorro que ele está indo para algo divertido, mas calmo. E foque no tom antes da caminhada. Isso evita ansiedade, reatividade e latidos do cão.

8. Atenção aos sinais corporais

Medo, ansiedade, agressão, latidos, brincadeiras e temperatura corporal, são sinais de alerta principalmente aos animais com focinhos curto. Se seu cão estiver assim, evite ou encurte o passeio e procure um veterinário.

9. Saúde em primeiro lugar

Oferecer água fresca durante o passeio e em outros momentos do dia, evita que o animal fique desidratado. Foto: Pixabay
Foto: Pixabay

Na rua os animais ficam expostos a parasitas, vírus e bactérias. Para evitar doenças e infestações indesejadas, garanta que a vacinação e o antipulgas de seu cão estejam em dia. E durante o passeio não esqueça da hidratação, leve uma garrafinha e ofereça água ao pet.

10. Na confiança

Se você não puder passear com seu cão, confie a missão a uma pessoa de confiança, seja ela alguém da família ou um profissional, como os “dogwalkers”. Esse cuidado pode evitar acidentes e traumas ao animal.

FONTE: https://www.tribunapr.com.br/blogs/mania-animal/10-dicas-para-um-passeio-mais-divertido-e-seguro-com-seu-cachorro/